segunda-feira, 15 de agosto de 2016

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS - 3º TRIMESTRE

Orações Subordinadas Adverbiais:
As orações subordinadas adverbiais exercem a função de adjunto adverbial. Como os adjuntos adverbiais são classificados pela ideia que cada um comunica, temos oração subordinada adverbial: causal, comparativa, concessiva, condicional, conformativa, consecutiva, final, proporcional e temporal.
Em “Saí para comprar chocolate”, a oração grifada expressa finalidade, sendo classificada como subordinada adverbial final. Quando ao conectivo em negrito, trata-se de uma conjunção subordinada adverbial final.
Outro exemplo: Quando me chamaram, entrei com a confiança que eu tinha. A oração sublinhada é subordinada adverbial temporal, sendo “Quando” a conjunção subordinada adverbial temporal; o termo em negrito (que) é pronome relativo, dando início à oração subordinada adjetiva restritiva; a oração principal das duas orações é “entrei com a confiança”. Eis as principais conjunções subordinadas adverbiais:









Classificação
Sentido
Principais conjunções
Causais - modificam a oração principal apresentando uma circunstância de causa, isto é, respondem à pergunta "por quê?" feita à oração principal.
Causa, motivo
Porque, como, já que, visto que, uma vez que, posto que, como, porquanto.
Exemplos:
Carlos saiu porque precisava.
Amadeu não saiu porque estava frio.
Nilo Lusa deixou o magistério porquanto sua saúde era precária.


Classificação
Sentido
Principais conjunções
Concessivas - se caracterizam pela ideia de concessão que transmitem à oração principal.
Concessão
Embora, se bem que, mesmo que, ainda que, conquanto, posto que, sempre que, desde que, conquanto, por pouco que, por muito que
Exemplos:
Ainda que faça frio, o jogo realizará.
Cristiano foi ao parque, embora estivesse chovendo.
Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.







Classificação
Sentido
Principais conjunções
Condicionais - se caracterizam por transmitir ideias de condição à oração principal.
Condição
Se, caso, desde que, contanto que se, salvo se, senão, exceto se, a menos que, sem que, uma vez que.
Exemplos:
Se o filme for ruim, sairei do cinema.
Caso tivesse realizado as obras necessárias, não teria perdido a eleição.



Classificação
Sentido
Principais conjunções
Conformativas - indicam o modo como ocorreu a ação expressa na oração principal.
Conformidade
Como, conforme, segundo, de modo que, assim como, bem como, de maneira que, de sorte que, de forma que, do mesmo modo que.

Exemplos:
Conforme as últimas notícias, o mundo corre risco de uma guerra generalizada.
Realizei seus desejos como você me havia sugerido.
Escrevi carta burocrática, segundo o estilo oficial estabelece.






Classificação
Sentido
Principais conjunções
Comparativas - são aquelas que correspondem ao segundo termo de uma comparação.
Comparação
Como, que (precedido de mais ou menos), assim como, conforme, segundo.
Exemplos:
Marisa é tão boa digitadora quanto Teresa
"A preguiça gasta a vida como a ferrugem consome o ferro"



Classificação
Sentido
Principais conjunções
Consecutivas - são introduzidas por um termo que vem após a oração principal, acrescentando-lhe ideias e explicações, ou completando-a, ou tirando uma conclusão.
Consequência
Que (precedido de tão, tal, tanto), de modo que, de maneira que.
Exemplos:
O Plano de Estabilização Econômica foi tão cercado de flores de todos os lados que não percebemos suas consequências menos interessantes.
Onde estás, Eliana, que não te vejo!
Faça seu trabalho de tal modo que não venha a lastimar-se do resultado que dele possa advir





Classificação
Sentido
Principais conjunções
Finais - indicam o fim ou finalidade à oração principal.
Finalidade
Para que, a fim de que, para que,
Exemplos:
É preciso que haja políticos de concepções liberais extremadas para que os conservadores não reduzam os homens a títeres.
Acenei-lhe para que silenciasse
Antônio Carlos falou baixinho a fim de que não fosse percebida sua revolta.




Classificação
Sentido
Principais conjunções
Proporcionais - transmitem ideia de proporcionalidade à ideia principal.
Proporcionalidade
À medida que, à proporção que, na medida em que.
Exemplos:
À proporção que o tempo passa, a agonia recrudesce.
O barulho de algazarra aumenta à medida que se aproxima das crianças.

São conjunções subordinativas proporcionais: à medida que, à proporção que, ao passo que.






Classificação
Sentido
Principais conjunções
Temporais - indicam relação de tempo naquilo que se refere à ação expressa pela oração principal.
Tempo
Quando, assim que, antes que, depois que, desde que, enquanto, agora que, logo que, desde que, tanto que, apenas, até que, sempre que, depois que, cada vez que.
Exemplos:
Enquanto leio poesia, recupero o equilíbrio emocional.
Cada vez que eu penso, te sinto, te vejo...




Nenhum comentário:

Postar um comentário